quinta-feira, março 08, 2007

A Alma feminina


A feminina alma incrivelmente
se parece com a harpa.
Dedos que a tocam devem ser capazes
de sentirem plenos os vazios
entre as muitas cordas.

A alma feminina é como a poesia.
Não se pode tê-la,
A não ser o que nela transcende,
perdendo para a convivência mortal do papel.

A alma feminina parece rio,
Quanto mais selvagem,
podemos encontrar sentimento, diamantes...

Cau (em memória)

Esta semana abro espaço para alguém que, em vida, percebeu e descreveu tão bem, a

alma fêmea,
gêmea por nós
em nós desatados
a sós.

2 comentários:

Jefferson P. disse...

Olá... tudo bem?

Belíssima composição e definição da "alma feminina"... que se manifesta em pequenas coisas. Emociona-se com facilidade e não raro... derrama lágrimas pelo bem estar dos corações apaixonados...

bjo grande.

Guaracy disse...

a tua alma feminina
é de intensa jactância
e de completa
fenomenologia sensual e fluida
nos surpreende
pela delicadeza como se anela
no mistério de seus nós.

Guaracy Rodrigues